• Telefone:
  • 31 3892-5352 | 31 98601-5352

contato@vilaodonto.com.br

Blog

Segunda, 04 Fevereiro 2019 17:10

Sorriso gengival: quando a gengiva aparece muito

Avalie este item
(0 votos)
Sorriso gengival: quando a gengiva aparece muito

O sorriso gengival é uma queixa estética comum entre os pacientes. Quando a gengiva aparece muito, em excesso, pode haver um comprometimento da beleza do sorriso. O problema é que o sorriso gengival tem várias causas e é importante saber diferenciar entre elas para se chegar a uma solução.

O que é o sorriso gengival?

O sorriso gengival é o excesso de exposição de gengiva durante o ato de sorrir. A gengiva é parte determinante na estética de sorriso. Em mulheres é agradável que haja uma exposição de 1-2mm de gengiva durante o sorriso espontâneo (que é o sorriso natural). Em homens a exposição de gengiva pode ser menor até mesmo nenhuma.

O diagnóstico de alterações estéticas no sorriso é um pouco difícil e requer uma avaliação específica. Geralmente as fotos com a documentação enviadas pelas clínicas radiológicas não são registros confiáveis para isso. O problema é que precisamos obter um registro do sorriso espontâneo do paciente e para isso o paciente precisa estar confortável. O ideal é que seu ortodontista observe o sorriso natural (chamado de Sorriso Duchenne) no consultório ou que ele mesmo o fotografe.

É importante também a comparação dos lábios em repouso (quando ficam entreabertos) com o sorriso.

O que causa o sorriso gengival.

O grande problema da correção do sorriso gengival está no seu diagnóstico, pois ele tem várias causas e ortodontista deve saber diferencia-las para corrigir o problema adequadamente. Vamos a elas:

Excesso de gengiva

A primeira é o excesso de gengiva, que pode ser devido a um problema conhecido como erupção passiva alterada ou devido a inflamações ou crescimento irregular do tecido gengival. Se este for o motivo isolado do sorriso gengival, algumas vezes o tratamento ortodôntico pode não ser necessário: o ideal é uma cirurgia para a remoção desse tecido (cirurgia de aumento de coroa clínica, realizada pelo periodontista).

Dentes curtos

Devido a desgastes das coroas dentárias, pode haver a impressão de que a gengiva aparece demais quando o paciente sorri. Se a exposição de gengiva estiver boa e houver desgastes dos dentes da frente (anteriores), o tratamento restaurador é o indicado. Coroas ou restaurações podem resolver o problema.

Os dentes irrompem até encontrar um dente antagonista na arcada oposta. Com o desgaste dentário, eles podem continuar irrompendo, levando consigo a gengiva, esse problema é conhecido como sobreerupção compensatória.

O importante é descobrir o por quê desse desgaste, já que sem o tratamento da causa, as novas coroas e restaurações correm sério risco de sofrerem desgaste também.

Dentes que erupcionaram em excesso

Existe um problema chamado mordida profunda, caracterizado pelos dente posicionamento superiores recobrindo muito os dentes inferiores. Algumas vezes pode acontecer por quê os dentes superiores estão extruídos (erupcionaram mais do que deveriam). Nesse caso há um excesso de exposição dos incisivos e a gengiva pode acompanhar o alongamento desses dentes, deixando um sorriso gengival.

Nesse caso, o tratamento ortodôntico é o indicado para a intrusão desses dentes, movimento que os leva para uma posição mais favorável.

Crescimento ósseo excessivo

A maxila é osso onde os dentes superiores estão implantados. Ela é o osso que forma a parte de cima do céu da boca e o assoalho do nariz. A gengiva das arcadas superiores é a parte da frente desse osso.

Em alguns pacientes, há uma alteração no crescimento facial e a maxila pode crescer muito no sentido vertical. Isso leva a uma exposição excessiva da gengiva. Isso também ocorre devido a outros posicionamentos inadequados da maxila, como quando ela está girada.

Nestes casos, o indicado é tratamento ortodôntico e cirurgia ortognática combinados, para que essa maxila seja reposicionada e o sorriso gengival corrigido.

Lábios curtos

Outra causa para o sorriso gengival é o encurtamento dos lábios superiores. Os lábios recobrem os incisivos e seu encurtamento causa uma exposição excessiva de gengiva e dentes. Procedimentos cirúrgicos podem ser indicados para a correção da altura do lábio.

Pode também haver uma concavidade excessiva no osso da maxila na região atrás do lábio. Quando a pessoa sorri, o lábio entra nessa concavidade e expõe muita gengiva. Pode ser feito o preenchimento dessa região para a correção do problema.

Lábios que “puxam” muito na hora do sorriso Se a musculatura responsável pelo sorriso for hiperativa, os lábios podem subir demais na hora de sorrir. Isso só é observado durante o sorriso natural e requer um olhar atento do ortodontista. Nesses casos, pode ser até mesmo indicado a aplicação de toxina botulínica (botox) para a correção do sorriso gengival.

Corrigindo o sorriso gengival

A correção do sorriso gengival pode envolver a ortodontia, estética, periodontia e cirurgia. O diagnóstico é essencial para que haja a correção do problema e o paciente fique satisfeito.

Listei aqui 6 problemas que podem ser a causa do sorriso gengival e em alguns casos, mais de um deles podem estar associados. É importante que o ortodontista saiba identificar esses problemas para poder informar ao paciente sobre as opções de tratamento. Lembrando, o ortodontista apenas informa, o paciente é quem decide pelo tratamento que acha ideal para ele!

Última modificação em Quarta, 06 Fevereiro 2019 19:49

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Onde estamos

Rua Ana Koester, 40, Centro, Viçosa-MG - CEP: 36570-000

Telefone: 31 3892-5352

Celular: 31 98601-5352

Email: contato@vilaodonto.com.br

Atendimento: Seg. à Sex. das 8:00hs às 12:00hs e das 13:30hs às 19:00hs

Mais lidas

Marque sua consulta AGORA!

Agende sua Consulta: Informe seus dados abaixo que entraremos em contato agendando um horário de avaliação. Obrigado.
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida